Correio do Povo

Porto Alegre, 30 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
15ºC
Amanhã
17º 26º


Faça sua Busca



Esportes > Copa 2014

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

13/06/2014 09:24 - Atualizado em 13/06/2014 11:32

Espanha e Holanda reeditam final de 2010 em Salvador

Jogo pelo grupo B inicia às 16h, na Arena Fonte Nova

Espanha e Holanda reeditam final de 2010 em Salvador <br /><b>Crédito: </b> Montagem sobre fotos de Javier Soriano e Damien Meyer / AFP / CP
Espanha e Holanda reeditam final de 2010 em Salvador
Crédito: Montagem sobre fotos de Javier Soriano e Damien Meyer / AFP / CP
Espanha e Holanda reeditam final de 2010 em Salvador
Crédito: Montagem sobre fotos de Javier Soriano e Damien Meyer / AFP / CP

A primeira rodada do grupo B da Copa do Mundo simplesmente põe frente a frente os finalistas do torneio de 2010, disputado na África do Sul. Espanha e Holanda se enfrentam na Arena Fonte Nova, em Salvador, às 16h. Os dois são os favoritos a avançar às oitavas de final na chave que tem ainda Chile e Austrália. Os espanhóis venceram aquela final por 1 a 0, gol de Iniesta, que estará de novo em campo.

CORREIO DO POVO TRANSMITE A PARTIDA A PARTIR DAS 16H


A Espanha chega ao Mundial envelhecida, com uma geração que começou a se destacar em 2008, no título da Eurocopa. A espinha dorsal não mudou muito desde lá, com Casillas, Iniesta, Xavi e Fernando Torres. O ex-capitão Puyol, 36 anos, nem veio ao Brasil, pois abandonou os gramados antes mesmo do final da temporada europeia por causa de problemas físicos. As esperanças recaem sobre os novatos Koke, 22 anos, do Atlético de Madrid, e o lateral Azpilicueta, 24 anos, do Chelsea. O técnico Vicente Del Bosque também foi buscar em um brasileiro a esperança de gols que escasseou na seleção. Ele é o atacante Diego Costa, que chegou a ser motivo de disputa entre Brasil e Espanha, mas o jogador do Atlético de Madrid optou por defender a Fúria.

As principais dúvidas de Vicente del Bosque para a partida giram em torno do parceiro de Sergio Ramos na zaga. A disputa é entre Javi Martínez ou Gerard Piqué. O técnico espanhol pode optar por um só volante, Sergio Busquets, deixando Xabi Alonso no banco, apesar de Del Bosque ter treinado diversas vezes com o jogador do Real Madrid na equipe titular. "Eles devem jogar com cinco defensores e buscando o contra-ataque. Temos que controlar esses contra-ataques e os jogadores mais perigosos, Robben, Van Persie e Sneijder. Vencer nos daria muita tranquilidade para enfrentarmos as próximas partidas", analisa Busquets.

O adversário é comandado por Louis van Gaal, que depois da Copa será o treinador do Manchester United. Ele usará uma tática mais prudente, mas é acusado pela imprensa holandesa de abandonar os princípios da escola da seleção da Holanda e o famoso sistema 4-3-3, tão querido no país do "futebol total".

"Fiz minhas escolhas em função do material futebolístico que tenho à disposição. A lesão de Kevin Strootman, meu único volante ofensivo, me obrigou a rever meus planos", justificou Van Gaal. "Não vou ao Mundial para ganhar um concurso de beleza. É verdade, com o 5-3-2, não se dá muito espetáculo. Os torcedores já ficam avisados", disse Van Gaal. "Vi a partida entre Espanha e Bolívia (vitória espanhola por 2 a 0) da semana passada. Os campeões do mundo sofreram muito diante de uma equipe com cinco defensores. Isso reforça minha convicção de jogar desta maneira contra os espanhóis, com uma defesa muito compacta", anunciou o técnico holandês.

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo





O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.