Correio do Povo

Porto Alegre, 30 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
19ºC
Amanhã
14º 21º


Faça sua Busca



Esportes > Copa 2014

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

13/06/2014 14:55 - Atualizado em 13/06/2014 15:51

México arranca com vitória sobre Camarões na Copa do Mundo

Gol dos mexicanos na Arena das Dunas foi marcado por Peralta, no segundo tempo

México arranca com vitória sobre Camarões na Copa do Mundo <br /><b>Crédito: </b> Gabriel Bouys / AFP / CP
México arranca com vitória sobre Camarões na Copa do Mundo
Crédito: Gabriel Bouys / AFP / CP
México arranca com vitória sobre Camarões na Copa do Mundo
Crédito: Gabriel Bouys / AFP / CP

Depois de ter dois gols anulados no primeiro tempo, o México estreou na Copa do Mundo de 2014 com vitória de 1 a 0 sobre Camarões na tarde desta sexta-feira na Arena das Dunas, em Natal. O único gol da partida foi marcado por Peralta, aos 15 minutos da etapa complementar. 

Na segunda rodada do grupo A, o México será o próximo adversário do Brasil no Mundial. As duas seleções irão se enfrentar no Castelão, em Fortaleza, na próxima terça-feira, às 16h. Com a vitória de hoje, o time de Miguel Herrera assumiu a segunda colocação na chave.   

México pressiona e tem dois gols anulados

México e Camarões iniciaram o segundo jogo do Grupo A com posturas totalmente diferentes. Como se estivessem jogando em casa, os mexicanos partiram para cima dos africanos logo nos primeiros minutos da partida na Arena das Dunas.  Aos seis minutos, o volante Herrera fez uma bela jogada pelo meio e encontrou o atacante Peralta na direita. Na entrada da área, o mexicano chutou forte e cruzado, mas a bola foi afastada pela zaga camaronesa.

O cartão de visita do México foi apenas um resumo da pressão que estava por vir. Melhor posicionado taticamente, o time do técnico Miguel Herrera dominava as ações do jogo, com iniciativa e posse de bola. O meio-campo rápido encontrava brechas na zaga de Camarões, que até os 15 minutos não tinha chegado ao ataque.

Antes disso, aos 10 minutos, o México quase fez o primeiro gol com Giovani Dos Santos. O atacante recebeu um cruzamento de Herrera vindo da direita e concluiu com classe para a meta de Itandje. A jogada foi anulada pela arbitragem que viu o posicionamento avançado de Dos Santos.

O domínio mexicano na Arena das Dunas seguiu, mesmo com a chuva. Apesar disso, Camarões começou a arregaçar as mangas e trabalhar mais no ataque. Eto'o finalmente apareceu no comando de ataque e era assessorado por Mbia e Enoh. Aos 22 minutos, os africanos quase saíram na frente. Assou-Ekotto fez bela jogada pela ponta-esquerda, passando por dois mexicanos. Ele cruzou forte e rasteiro para Eto'o concluir. A bola passou muito perto da trave direita de Ochoa.

Sete minutos depois, o México teve mais um gol anulado pela arbitragem de Wilmar Roldán. Mais uma vez, Giovanni Dos Santos protagonizou o lance ilegal após um escanteio cobrado da esquerda. A zaga camaronesa falhou e o atacante deu um peixinho para colocar a bola no fundo das redes. O juiz colombiano novamente invalidou a jogada e provocou indignação do técnico Miguel Herrera.

No restante do primeiro tempo, as duas equipes não conseguiram criar mais chances de gol. Os mexicanos seguiram para o vestiário indignados com a suposta interferência da arbitragem no jogo, enquanto os camaroneses vislumbravam a possibilidade de vencer depois de passar um sufoco na etapa inicial.

Mexicanos encontram gol no começo do segundo tempo

A seleção de Camarões voltou para o segundo tempo com uma modificação na defesa. O técnico alemão Volker Finke tirou Djeugoue para a entrada de Nounkeu. A modificação, feita para melhorar o setor, não surtiu efeito porque logo aos três minutos o México criou uma grande chance. Peralta recebeu a bola dentro da área e ficou cara a cara com goleiro Itandje. Ele chutou rasteiro e o arqueiro camaronês salvou a pátria.

Mesmo com a ótima chance do México logo aos três minutos, Camarões não se abateu e melhorou a sua atuação em relação ao primeiro tempo. Em alguns momentos encontrava espaços nos contra-ataques e um deles surgiu aos 12 minutos. Mbia foi lançado e sofreu falta de Hector Moreno. Na cobrança, Ekotto bateu bem, mas a bola desviou e quase matou o goleiro Ochoa.

Na sequência, aos 15 minutos, o México encontrou o que tanto buscou no primeiro tempo. Desta vez, a arbitragem não impediu o gol do time de Miguel Herrera. Aguillar começou a jogada na direita e lançou Giovani Dos Santos. O atacante concluiu o lance para uma grande defesa de Itandje. No rebote, Peralta apareceu na corrida para empurrar a bola para o fundo das redes.

O gol do México provocou uma mudança de postura de Camarões, que adiantou a marcação e passou ter uma atitude mais ofensiva. As jogadas, porém, não eram bem articuladas, forçando a saída de Samuel Eto’o da grande área.
Para proteger o resultado, o técnico Miguel Herrera mexeu no time, tirando Guardado e colocando Marco Fabian, até para dar mais fôlego ao meio-campo. O treinador ainda renovou o ataque com a entrada de Javier Hernandez para a saída de Peralta, o autor do gol.

Correndo contra o relógio, Camarões seguia com dificuldades para criar situações de gol. O técnico Volker Finke mexeu na equipe e colocou Webo na vaga do volante Song para dar um companheiro a Eto’o, até então solitário no ataque.
O time africano tentou o empate com Moukandjo aos 45 minutos. O volante cabeceou bem após um cruzamento da esquerda, mas o goleiro Ochoa evitou o gol e garantiu a primeira vitória mexicana na Copa do Mundo 2014.

México 1

Ochoa, Rodriguez, Marquez, Herrera, Layun, Dos Santos, Moreno, Guardado, Peralta, Aguilar, Vazquez. Técnico: Miguel Herrera.

Camarões 0
Itandje, Assou-Ekotto, Nkoulou, Djeugoue (Nounkeu); Song, Moukandjo, Eto'o, Choupo Moting; Chedjou, Mbia, Enoh. Técnico: Volker Finke.

Gols: Peralta, aos 15/2º;
Cartões Amarelos: Moreno (M); Nounkeu (C);

Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Local: Arena das Dunas (Natal)






Bookmark and Share



Fonte: Correio do Povo





O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.