Correio do Povo

Porto Alegre, 18 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
19ºC
Amanhã
18º 25º


Faça sua Busca



Esportes > Copa 2014

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

14/06/2014 15:50 - Atualizado em 14/06/2014 18:23

Deschamps elogia estilo agressivo de Honduras

Técnico da seleção da França espera um confronto complicado no Beira-Rio

Técnico da seleção da França espera um confronto complicado no Beira-Rio <br /><b>Crédito: </b> Fabiano do Amaral
Técnico da seleção da França espera um confronto complicado no Beira-Rio
Crédito: Fabiano do Amaral
Técnico da seleção da França espera um confronto complicado no Beira-Rio
Crédito: Fabiano do Amaral

O técnico da seleção da França, Didier Deschamps, negou que o primeiro adversário na Copa do Mundo, Honduras, seja um time violento. Segundo ele, parte da imprensa francesa pensa dessa forma. "Um meio de comunicação da França falou isso, mas isso não representa todo o país. É uma seleção com estilo agressivo. Eles sabem se defender muito bem", disse em entrevista coletiva neste sábado no estádio Beira-Rio.   

Deschamps espera um jogo complicado neste domingo em Porto Alegre. A derrota da Espanha para a Holanda e a vitória difícil da Seleção Brasileira serviram de alerta para a estreia da França. "Jogo de amanhã não é mais ou menos importante que os outros. A Espanha veio confiante e perdeu. Não será fácil. Ainda tem a variação de temperatura, mas será bom jogar aqui (Porto Alegre) com o clima frio. É mais fácil recuperar os jogadores", explicou.

O técnico francês não acredita que o fato de ter sido campeão mundial como atleta poderá lhe dar um trunfo durante a Copa do Mundo. "Não é uma é estatística muito relevante para mim. Vivi isso na minha primeira vida, como jogador", afirmou Deschamps.  

Para Deschamps, a partida de estreia tem de fato uma importância para o astral e a confiança de uma seleção para o restante da competição. "É importante o primeiro jogo. Ganhar nos deixará na posição ideal. Quando a gente perde um primeiro jogo, isso não acontece. Vencer é importante para manter a serenidade e a confiança", avisou.

Bookmark and Share


Fonte: Carlos Correa / Correio do Povo





O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.