Correio do Povo

Porto Alegre, 29 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
8ºC
Amanhã
16º 27º


Faça sua Busca



Esportes > Copa 2014

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

17/06/2014 19:58 - Atualizado em 17/06/2014 20:01

Na volta ao Maracanã, lembrança de simulação de 1989 não agrada chilenos

Díaz e Sampaoli evitaram falar do episódio em que goleiro Rojas simulou ter sido atingido por sinalizador

Argentino, técnico Sampaoli usou nacionalidade para não falar do assunto<br /><b>Crédito: </b> Martin Bernetti / AFP / CP
Argentino, técnico Sampaoli usou nacionalidade para não falar do assunto
Crédito: Martin Bernetti / AFP / CP
Argentino, técnico Sampaoli usou nacionalidade para não falar do assunto
Crédito: Martin Bernetti / AFP / CP

Depois de 25 anos, o Chile volta ao Maracanã. A última passagem não foi nada agradável e ainda é um assunto que não cai muito bem na seleção chilena, que enfrenta a Espanha, nesta quarta-feira, às 16h. Em 1989, em um jogo contra o Brasil pelas Eliminatórias, o goleiro Jorge Rojas, que posteriormente viria a trabalhar no São Paulo, aproveitou que um sinalizador foi atirado no gramado para simular ter sido atingido.

Diante do sangue do goleiro, inicialmente a atuação convenceu. Mas depois foi descoberto que Rojas se cortou com uma lâmina e os chilenos para gerar um fato que justificasse o abandono do jogo pelos chilenos, que estavam perdendo por 1 a 0 e ficando fora da Copa de 1990.

O saldo foi que o goleiro foi banido do futebol e o Chile, claro, não se classificou para a Copa e sequer teve a permissão de jogar a Eliminatória para o Mundial de 1994. “Conheço a história, mas nem tinha me dado conta disso. Sou argentino, prefiro que Marcelo (Díaz) fale”, desviou-se o atual técnico do Chile, Jorge Sampaoli, em coletiva de imprensa no Maracanã nesta terça-feira.

O jogador, por sua vez, usou a pouca idade para não comentar. “Eu era pequeno, não tenho muita noção do que passou. Não saberia como responder”l disse Díaz.

Chile e Espanha se enfrentam no Maracanã nesta quarta-feira, às 16h, pela segunda rodada do Grupo B da Copa-2014. Uma vitória pode classificar o Chile para as oitavas de final da competição.

Bookmark and Share

Fonte: Lancepress





O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.