Correio do Povo

Porto Alegre, 29 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
22ºC
Amanhã
14º 23º


Faça sua Busca



Esportes > Copa 2014

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

19/06/2014 17:50 - Atualizado em 19/06/2014 18:10

Suárez brilha e Uruguai vence a Inglaterra por 2 a 1

Seleção inglesa depende de vitória da Itália sobre Costa Rica para não ser eliminada

Suárez garantiu a vitória uruguaia<br /><b>Crédito: </b> Ben Stansall / AFP / CP
Suárez garantiu a vitória uruguaia
Crédito: Ben Stansall / AFP / CP
Suárez garantiu a vitória uruguaia
Crédito: Ben Stansall / AFP / CP

Com uma grande atuação de Luis Suárez, que marcou dois gols, o Uruguai bateu a Inglaterra por 2 a 1 na tarde desta quinta-feira na Arena Corinthians, em São Paulo, e conseguiu seus primeiros três pontos no Grupo D da Copa do Mundo. Ronney marcou o tento da seleção inglesa, que pode ser eliminada do Mundial se a Itália não vencer a Costa Rica nesta sexta na Arena Pernambuco.

Os dois times voltam a campo na próxima terça-feira, às 13h. O Uruguai encara a Itália na Arena das Dunas, em Natal, enquanto a Inglaterra enfrenta a Costa Rica no Mineirão, em Belo Horizonte.

Dupla Cavani e Suárez funciona e Uruguai sai na frente

Após perderem na estreia, Uruguai e Inglaterra entraram em campo na Arena Corinthians em busca de recuperação. Enquanto Roy Hogdson repetiu o time da estreia, Óscar Tabárez fez mudanças na Celeste. Giménez, Lodeiro e Suaréz, que passou por uma operação de menisco durante o período de preparação para Copa e ficou fora no primeiro jogo, entraram na equipe.

O primeiro tempo  foi de poucas oportunidades e muita disputa. A partida foi bastante equilibrada. A Celeste passou a ter uma leve superioridade a partir dos 20 minutos, mas mesmo assim foi a Inglaterra que criou as duas primeiras situações claras de gol.

Aos 9, Rooney bateu falta da entrada da área e mandou muito perto do gol defendido por Muslera, que ficou parado apenas observando o lance. Aos 30 mais uma vez o camisa 10 inglês tirou o “uhhh!” da torcida. Após falta batida por Gerrard, Ronney desviou de cabeça e acertou a trave.

Se a Inglaterra não aproveitou suas oportunidades, o Uruguai foi certeiro em sua primeira grande chance. Aos 39, Lodeiro tomou a bola de Gerrrard e tocou para Cavani, que deu um cruzamento perfeito para Luis Suárez, que, de cabeça, mandou sem chances para Hart, 1 a 0 para a Celeste.

Rooney iguala, mas Suárez aparece no fim para garantir a vitória da Celeste


A etapa final começou em ritmo muito mais acelerado que a inicial. Mesmo com a vantagem, o Uruguai voltou para o segundo tempo pressionando. Logo aos 3 minutos, Suarez bateu escanteio fechado e por pouco não fez um gol olímpico. Hart, que já estava saindo, conseguiu se recuperar e fez uma grande defesa.

O Uruguai teve outra grande chance aos 5. Lodeiro tocou para Cavani, que saiu na cara de Hart mais finalizou para fora. A resposta inglesa não demorou muito. Dois minutos depois, após cruzamento da esquerda, Rooney ficou com a bola e soltou a bomba de esquerda na finalização, mas Muslera apareceu para salvar a Celeste em uma grande defesa.

Aos poucos, a Inglaterra foi crescendo na partida. Com a vantagem, o Uruguai se postava bem atrás e tentava explorar os contra-ataques. Com a partida chegando aos 20 minutos, os dois treinadores começaram a mexer nos times. Primeiro, Barkley entrou no lugar de Sterling no time inglês. Logo depois, Stuani foi chamado para a vaga de Lodeiro no time uruguaio. A Inglaterra ainda mexeu de novo com Lallana no lugar de um apagado Welbeck.

E o Uruguai foi castigado pelo recuo aos 31 minutos. Glen Johnson fez grande jogada pela direita e cruzou para Rooney, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes para empatar a partida, 1 a 1.

Um minuto depois do gol, quase a Inglaterra chegou à virada. Sturridge ganhou da defesa, girou e bateu para grande defesa de Muslera. Em seguida, o técnico Oscar Tabárez mexeu novamente no time: Fucile entrou no lugar de Álvaro González.

Quando parecia que a partida terminaria em empate, Suárez apareceu de novo. Após lançamento do goleiro Muslera, o desvio de cabeça matou a defesa inglesa e o camisa 9 uruguaio teve qualidade para finalizar sem chances para Hart e marcar mais um, 2 a 1.

No minutos finais, a Inglaterra foi para o ataque. Roy Hodgson ainda mandou o atacante Lambert no lugar de Henderson, mas não deu tempo para mais nada. Herói da tarde, Suárez ainda saiu para a entrada do zagueiro Coates a dois minutos do fim. Final de jogo: Uruguai 2 x 1 Inglaterra.

Copa do Mundo – Fase de grupos

URUGUAI

Muslera; Cáceres, Giménez, Godín e Álvaro Pereira; Á. González (Fucile), Arévalo Ríos, Lodeiro (Stuani) e Cristian Rodríguez; Cavani e Suárez (Coates). Técnico: Oscar Tabárez.

INGLATERRA

Hart; Johnson, Cahill, Jagielka e Baines; Henderson (Lambert) e Gerrard; Sterling (Barkley), Rooney e Welbeck (Lallana); Sturridge.. Técnico: Roy Hodgson

Gols: Suárez (39min/1ºT-38min/2ºT); Rooney (31min/2ºT)
Cartões amarelos: Godín (URU); Gerrard (ING)

Árbitro: Roberto Alonso Fernandez (ESP)
Assistentes: Juan Yuste (ESP) e Alireza Faghani (ESP)
Local: Arena Corinthians






Bookmark and Share

Fonte: Cristiano Munari / Correio do Povo





O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.