Correio do Povo

Porto Alegre, 21 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
27ºC
Amanhã
15º 29º


Faça sua Busca



Esportes > Copa 2014

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

23/06/2014 14:50 - Atualizado em 23/06/2014 15:28

Holanda supera Chile na Arena Corinthians

Vitória de 2 a 0 colocou seleção chilena como possível adversário do Brasil nas oitavas

Memphis marcou segundo gol da Holanda na vitória sobre Chile<br /><b>Crédito: </b> Gabriel Bouys / AFP / CP
Memphis marcou segundo gol da Holanda na vitória sobre Chile
Crédito: Gabriel Bouys / AFP / CP
Memphis marcou segundo gol da Holanda na vitória sobre Chile
Crédito: Gabriel Bouys / AFP / CP

Com gols de Leroy Fer e Memphis, a Holanda venceu o Chile na tarde desta segunda-feira, na Arena Corinthians, em São Paulo. O resultado de 2 a 0 garantiu a Laranja Mecânica na liderança do Grupo B e colocou a seleção chilena como possível adversário do Brasil nas oitavas de final da Copa do Mundo.

Para encarar o Chile, Seleção Brasileira precisa apenas garantir o primeiro lugar na chave A. Brasil enfrenta Camarões a partir das 17h desta segunda no estádio Mané Garrincha. No outro jogo do Grupo B, a Espanha venceu a Austrália por 3 a 0 na Arena da Baixada.

Já classificados, Chile e Holanda fizeram uma partida bastante equilibrada, decidida apenas no final. A Roja até teve mais o controle da bola, dominou as ações na maior parte do jogo, mas os europeus foram mais objetivos. O gol de cabeça aos 31 minutos do segundo tempo abriu espaços e, no contra-ataque, a Laranja matou a partida nos acréscimos.

A força da seleção de Louis van Gaal, mostrada contra Espanha e Austrália, foi reforçada. Mesmo sem o artilheiro Van Persie, os holandeses mostraram que têm outros bons talentos e variações táticas. A Laranja abriu mão do 3-5-2, apostaram num 4-4-2, com um losando no meio e "entregaram" a bola aos rivais. A armadilha era clara: explorar os contra-ataques, sobretudo com Robben. Houve espaços no primeiro tempo, mas faltou pontaria.

Sem Vidal, que estava pendurado e foi poupado, o Chile manteve sua postura tática e a proposta de marcar no campo de ataque. Desta vez, porém, Aléxis Sanchez e Vargas, os homens de frente da Roja, não conseguiram produzir como o esperado. A tentativa de abafa no final do jogo, a fim de ter um chaveamento mais fácil no mata-mata, acabou expondo o time, que sofreu dois gols nos 15 minutos finais.

Grupo B

Holanda 2
Cilissen, Janmaat, Vlaar, De Vrij e Blind; De Jong, Wijnaldum e Kuyt (Kongolo); Sneijder (Leroy Fer), Robben e Lens (Depay). Técnico: Louis Van Gaal.

Chile 0
Bravo, Medel, Silva (Valdivia) e Jara; Isla, Aranguiz, Diaz e Mena; Gutierrez (Beausejour), Vargas (Pinilla) e Sanchez. Técnico: Jorge Sampaoli.

Gols
: Leroy Fer, aos 31'/2ºT e Memphis Depay, aos 46'/2ºT.

Árbitro: Bakary Gassama (FIFA/GAM)
Cartões Amarelos: Silva, (CHI)

Confira a galeria com os melhores momentos:






Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo





O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.