Correio do Povo

Porto Alegre, 25 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
12ºC
Amanhã
17º


Faça sua Busca



Esportes > Copa 2014

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

23/06/2014 14:51 - Atualizado em 23/06/2014 17:22

Espanha se despede da Copa com goleada

Atual campeã mundial derrotou a Austrália por 3 a 0 na Arena da Baixada

Fernando Torres marcou o segundo gol espanhol<br /><b>Crédito: </b> Lluis Gene / AFP / CP
Fernando Torres marcou o segundo gol espanhol
Crédito: Lluis Gene / AFP / CP
Fernando Torres marcou o segundo gol espanhol
Crédito: Lluis Gene / AFP / CP

A Espanha encerrou sua participação na Copa do Mundo goleando a Austrália, na tarde desta segunda-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba, por 3 a 0. David Villa, aos 35 do primeiro tempo, de letra, Fernando Torres e Mata, no segundo tempo, anotaram os gols. Os australianos também já estavam eliminados.

Holanda vence o Chile e termina em 1º no Grupo B

Se Vicente del Bosque soubesse que David Villa estava tão fominha, não teria sequer pensado em escalar Diego Costa como titular nos dois primeiros jogos da Fúria na Copa do Mundo. No primeiro tempo do duelo contra a Austrália, o camisa 7, que se despedia da seleção, driblou, armou, deu passe de calcanhar e marcou um gol aos 35 minutos, após linda jogada pensada por Iniesta e com cruzamento certeiro de Juanfran. Um lampejo do bom e velho "tiki-taka", que se aposentou junto com esta geração.

A única chama de bom futebol do primeiro tempo foi David Villa e o que Del Bosque fez para que a Espanha continuasse mostrando um bom futebol? Tirou o camisa 7 e lançou Juan Mata. Resumo da história: a Fúria apagou e voltou a ser o time apático dos dois primeiros jogos. Sem o atacante, Iniesta e companhia não criaram sequer uma boa chance até os 20 minutos e a torcida perdeu a paciência.

Apesar da sonolência, a Espanha era muito melhor que o adversário. Prova disso é que sem forçar, ampliou o placar com Fernando Torres, aos 24 minutos, no maior estilo "tiki-taka" novamente, com mais um lindo passe de Iniesta. Aos 37, deu tempo de Fàbregas ainda achar Juan Mata, que finalizou entre as pernas de Ryan e fez o terceiro.

Os atuais campeões, comandandos por Vicente Del Bosque chegaram com "pinta" de favoritos e deixam o Brasil como um dos fiascos deste Mundial: goleados pela Holanda e derrotadas pelo Chile, no Maracanã, com direito a gritos de olé da torcida chilena.


Ficha técnica
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Nawaf Shukralla (BHR)
Auxiliares: Yasser Tulefat (BHR) e Ebrahim Saleh (BHR)
Cartões Amarelos: Sergio Ramos (ESP); Spiranovic e Jedinak (AUS)
Gols: Villa, aos 35'/1ºT (1-0), Fernando Torres, aos 24'/2ºT (2-0) e Juan Mata, aos 37'/2ºT (3-0)

Espanha (3)
Reina, Juanfran, Sergio Ramos, Albiol e Jordi Alba; Cazorla (Fàbregas, aos 22'/2ºT), Xabi Alonso (David Silva, aos 38'/2ºT), Koke e Iniesta; Fernando Torres e Villa (Juan Mata, aos 12'2ºT)
Técnico: Vicente del Bosque

Austrália (0)
Ryan, Davidson, Spiranovic, Wilkinson e McGowan; Jedinak, McKay, Bozanic (Bresciano, aos 26'/2ºT) e Leckie; Oar (Troisi, aos 16'/2ºT) e Taggart (Halloran, no intervalo)
Técnico: Ange Potescoglou

Confira a galeria com os melhores momentos:



Bookmark and Share


Fonte: Lancepress





O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.