Correio do Povo

Porto Alegre, 31 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
14ºC
Amanhã
17º 25º


Faça sua Busca



Esportes > Copa 2014

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

28/06/2014 09:18 - Atualizado em 28/06/2014 10:10

Colômbia e Uruguai se enfrentam por vaga nas quartas

Segundo duelo sul-americano do dia começa às 17h no Maracanã

Colômbia e Uruguai se enfrentam por vaga nas quarats<br /><b>Crédito: </b> Gabriel Bouys e Toshifumi Kitamura / AFP / CP
Colômbia e Uruguai se enfrentam por vaga nas quarats
Crédito: Gabriel Bouys e Toshifumi Kitamura / AFP / CP
Colômbia e Uruguai se enfrentam por vaga nas quarats
Crédito: Gabriel Bouys e Toshifumi Kitamura / AFP / CP

A surpreendente Colômbia, líder do Grupo C com 100% de aproveitamento, encara hoje, às 17h, um Uruguai abalado após a dura punição imposta pela Fifa ao atacante Luis Suárez, em confronto sul-americano pelas oitavas de final da Copa. O palco da partida, que vale vaga na semifinal, será o Maracanã, estádio que tem forte significado para os uruguaios. Afinal, foi lá que conquistaram seu maior troféu, vencendo o Brasil na final da Copa de 1950 por 2 a 1.

Enquanto a Colômbia, em sua quinta participação em um Mundial, chega pela segunda vez às oitavas de final, 24 anos depois de alcançar a mesma fase na Itália, em 1990, o Uruguai entra em campo com o peso da camisa: dois títulos mundiais (Uruguai-1930 e Brasil-1950) e três semifinais (Suíça-1954, México-1970 e África do Sul-2010) em 12 participações.

A partida, que marcará o duelo entre duas escolas de futebol bem diferentes, ganhou ainda mais dramaticidade após a punição anunciada na quinta-feira ao atacante uruguaio Luis Suárez, um dos destaques do torneio. A Fifa expulsou Suárez do torneio. Ele foi suspenso por nove partidas oficiais por ter mordido o zagueiro italiano Giorgio Chiellini. A punição inclui quatro meses de proibição de qualquer atividade vinculada ao futebol e o pagamento de uma multa de 112 mil dólares.

Ontem, durante a coletiva à imprensa, o técnico do Uruguai Óscar Tabárez leu um manifesto contra a decisão da Fifa. Ele admitiu que o grupo sentiu o afastamento do atacante e prometeu uma resposta em campo: 'Suárez jamais estará só. Estamos feridos, mas com uma força incrível e com muita rebeldia. Então, mais do que nunca, vamos que vamos'.

Tabárez ainda não confirmou quem jogará ao lado de Edinson Cavani no ataque, mas a disputa entre o veterano Diego Forlán e Christian Stuani mostra pequena vantagem para o ex-colorado, eleito o melhor jogador do Mundial de 2010. Os volantes devem ser Walter Gargano e Arévalo Ríos, que terão a missão de conter o talentoso camisa 10 colombiano, James Rodríguez. 'Sabemos como é o time da Colômbia e o que seus jogadores podem fazer. Colômbia e Chile são as seleções que estão dando melhor espetáculo no Mundial', disse Gargano.

Pelo lado da Colômbia, o argentino José Pekerman voltará a escalar o time das vitórias sobre Grécia (3 a 0) e Costa do Marfim (2 a 1), com o zagueiro Mario Yepes, os meias Carlos Sánchez e James Rodríguez e o atacante Teófilo Gutiérrez como a coluna vertebral da equipe. 'O Uruguai tem mais experiência e mais história que a Colômbia. É um rival muito complicado e temos que respeitar, como respeitamos os todos os rivais do nosso grupo', disse o capitão Yepes.


Copa do Mundo - oitavas de final
Colômbia

Ospina; Zúñiga, Zapata, Yepes e Armero; Sánchez, Aguilar, Ibarbo e Cuadrado; James Rodríguez e Teó Gutiérrez. Técnico: José Pekerman

Uruguai
Muslera; Giménez, Godín, Cáceres e Gargano; Arévalo Ríos, González, Álvaro Pereira e C. Rodríguez; Forlán(Stuani) e Cavani. Técnico: Óscar Tabárez.

Árbitro: Bjorn Kuipers (HOL).
Local: estádio Maracanã.
Início: 17h.

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo





O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.