Correio do Povo

Porto Alegre, 29 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
10ºC
Amanhã
13º 24º


Faça sua Busca



Esportes > Copa 2014

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

28/06/2014 22:57 - Atualizado em 28/06/2014 22:59

Diego Forlán fala em tom de despedida da seleção uruguaia após eliminação da Copa

Atacante fez retrospectiva e disse que é hora de chegar uma nova era

Forlán deve se despedir da seleção uruguaia após eliminação<br /><b>Crédito: </b> Eitan Abramovich / AFP / CP
Forlán deve se despedir da seleção uruguaia após eliminação
Crédito: Eitan Abramovich / AFP / CP
Forlán deve se despedir da seleção uruguaia após eliminação
Crédito: Eitan Abramovich / AFP / CP

Apesar de não ter dado um adeus definitivo da seleção uruguaia, o atacante Forlán falou em tom de despedida da Celeste. Ao ser perguntado se era o fim do seu ciclo na equipe, ele fez uma retrospectiva e deu a entender que, de fato, vai se aposentar da Celes após a derrota por 2 a 0 contra a Colômbia neste sábado, no Maracanã, que eliminou sua equipe da Copa do Mundo.

“Tivemos uma boa era. Foi uma equipe que jogou muito bem, uma grande geração, grandes jogadores, e demonstramos isso. Ganhamos a Copa América. São muitas coisas. E em nível pessoal pude aproveitar muito com a seleção, mais do que poderia sonhar”, disse Forlán na zona mista: “É lindo ver o apoio de todos, das crianças. Foi muito carinho com todos nós. Termina agora uma etapa, começa outra”, seguiu.

Forlán falou ainda sobre Óscar Tabárez. O ex-jogador do Inter também não garantiu a continuidade do treinador, mas demonstrou apenas palavras de carinho pelo técnico. “É uma grande pessoa, em nível profissional também. Conseguiu muitas coisas. Quando começou o trabalho. Conseguimos muito mais do que pensávamos. Agora é uma decisão dele. Sinceramente não sei. Ele tem que ver. Temos que ver se a federação vai querer, todos devem estar de acordo. Se querem mudar, não tenho palavras de agradecimento”, afirmou

Para encerrar, Diego Forlán minimizou a ausência de Luis Suárez, suspenso pela Fifa. Ele disse que a Celeste não sentiu psicologicamente a falta de seu artilheiro. “Não acho que tenha influenciado psicologicamente. É um grande jogador, mas jogamos com um time que foi melhor que a gente. Eles souberam ter a posse de bola abriram o placar com um golaço e quando saíamos para o segundo tempo fizeram outro. Isso nos atrapalhou muito. Mesmo assim tivemos algumas chances de diminuir”, finalizou.

Bookmark and Share

Fonte: Lancepress





O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.