Correio do Povo

Porto Alegre, 18 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
12ºC
Amanhã
18º 25º


Faça sua Busca



Esportes > Copa 2014

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

05/07/2014 13:43 - Atualizado em 05/07/2014 14:25

Responsável por lesão de Neymar, Zuñiga recebe ameaças de morte

Nome do jogador colombiano era foi a palavra mais comentada no Twitter

Nome do jogador colombiano era foi a palavra mais comentada no Twitter<br /><b>Crédito: </b> Odd Andersen / AFP / CP
Nome do jogador colombiano era foi a palavra mais comentada no Twitter
Crédito: Odd Andersen / AFP / CP
Nome do jogador colombiano era foi a palavra mais comentada no Twitter
Crédito: Odd Andersen / AFP / CP

O colombiano Camilo Zúñiga foi alvo de ameaças de morte e insultos racistas nas redes sociais neste sábado por parte de torcedores irritados com sua responsabilidade no lance que tirou Neymar da Copa do Mundo. "Zúñiga" era a palavra mais comentada do Twitter, com duras mensagens destinadas ao zagueiro, jogador do Nápoles. Neymar sofreu uma fratura na vértebra lombar, depois de receber uma joelhada nas costas.

Após tirar Neymar da Copa, Zúñiga afirma: “Não quis fazer mal a ele”

Entre os comentários menos ofensivos, alguns usuários classificaram o jogador colombiano, de 28 anos, de "monstro" ou "maior vilão da história do futebol". Algumas mensagens, contudo, pedem calma e lembram que insultos racistas são inaceitáveis.

Zúñiga afirmou na sexta-feira que não queria lesionar o atacante, na jogada ocorrida no final da partida em que o Brasil venceu a Colômbia, por 2 a 1 pelas quartas de final.  "Quando estou em campo sempre faço tudo o que preciso fazer para defender meu país e a camisa que defendo, mas sempre sem intenção de lesionar ninguém", garantiu Zúñiga.

Bookmark and Share


Fonte: AFP





O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.