Correio do Povo

Porto Alegre, 28 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
12ºC
Amanhã
13º 25º


Faça sua Busca



Esportes > Copa 2014

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

05/07/2014 14:55 - Atualizado em 05/07/2014 15:09

Argentina avança para a semifinal após 24 anos

Higuaín marcou o único gol da vitória sobre a Bélgica em Brasília

Higuaín marcou o gol da Argentina em Brasília<br /><b>Crédito: </b> Christophe Simon / AFP / CP
Higuaín marcou o gol da Argentina em Brasília
Crédito: Christophe Simon / AFP / CP
Higuaín marcou o gol da Argentina em Brasília
Crédito: Christophe Simon / AFP / CP

Após 24 anos, a Argentina volta a uma semifinal de Copa do Mundo. A vitória sobre a Bélgica por 1 a 0, na tarde deste sábado, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, colocou os sul-americanos entre os quatro melhores do mundo, algo que não ocorria desde o Mundial da Itália em 1990. Higuaín marcou o gol aos sete minutos de partida e garantiu a disputa contra o vencedor de Holanda e Costa Rica, que se enfrentam às 17h, na Fonte Nova.

A semifinal será disputada na quarta-feira, às 17h, no Itaquerão, em São Paulo. A outra decisão, entre Brasil e Alemanha, está marcada para terça, no mesmo horário, no Mineirão.

O jogo

A partida começou com muita intensidade. O jogo tinha muitos lances ríspidos no meio de campo, mas ambos os times procuravam o ataque. E não demorou para a Argentina sair na frente. Logo a sete minutos, Di María tentou um passe para Zabaleta, mas bola desviou no marcador e sobrou para Higuaín. O centroavante girou e chutou no canto inferior direito de Courtois para abrir o placar.

Após o gol, os belgas passaram a ter maior posse de bola e jogar no campo ofensivo. Porém, não conseguiam entrar na área da Argentina ou criar oportunidades de gols. Os comandados de Sabella recuaram a marcação para aproveitar o espaço e contra-atacar. A primeira oportunidade dos europeus ocorreu aos 26 minutos, quando De Bruyne arriscou de fora da área e Romero fez a defesa em dois tempos.

Um minuto depois, Messi, no meio de campo, faz um excelente lançamento para Di María. O meia-atacante driblou Kompany e chutou, mas o belga conseguiu impedir que a bola fosse à direção da meta de Courtois. No lance, o argentino sentiu a coxa direita e acabou substituído por Perez.

O jogoc ficou mais cadenciado, e uma nova oportunidade de gol ocorreu apenas aos 39. Messi cobrou falta na meia-lua da grande área, e a bola passou muito próximo do travessão belga. Três minutos depois, Vertonghen cruzou da esquerda, Mirallas se antecipou a marcação e cabeceou forte. Porém, mas a bola saiu pela linha de fundo, raspando a trave direita de Romero

No segundo tempo, Higuain criou duas excelentes oportunidades logo nos 10 primeiros minutos. Na primeira, invadiu a área pela esquerda, driblou um belga e chutou forte, a bola desviou no marcador e saiu próximo ao poste direito. Na segunda, arrancou do meio de campo, passou a bola no meio das pernas de Kompany e chutou no travessão de Courtois.

A Bélgica respondeu aos 15 minutos com uma cabeçada de Fellaini que passou próximo ao poste superior de Romero. Aos 20, De Bruyne cruzou rasteiro da direita de ataque, o zagueio Garay desviou de carrinho com a ponta do pé e Romero faz a defesa.

Mertens cobrou falta aos 30 minutos, mas a bola saiu à direita de Romero. Nos minutos finais, Sabella retirou Higuaín e colocou Gago no time. Com a Bélgica tentando pressionar, os argentinos seguiam posicionados no campo defensivo, esperando para contra-atacar em velocidade.

Apesar dos muitos cruzamentos para a área e da disputa física dentro da área da Argentina, a Bélgica não conseguiu superar o sistema defensivo e acabou desclassificada da Copa. Os sul-americanos seguem em busca do tricampeonato mundial. 

Quartas de final - Copa do Mundo

Argentina (1)
Romero; Zabaleta, Demichelis, Garay, Basanta; Biglia, Mascherano, Di Maria (Perez), Lavezzi (Palacio), Messi, Higuain (Gago). Técnico: Alejandro Sabella.

Bélgica (0)
Courtois; Alderweireld, Van Buyten, Kompany, Vertonghen; Witsel, Fellaini, De Bruyne, Mirallas (Lukaku); Hazard (Chadli) e Origi (Mertens). Técnico: Marc Wilmots.

Gols: Higuaín (7min/1ºT)

Cartões amarelos: Hazard e Alderweireld (BEL) e Biglia (ARG)

Árbitro: Nicola Rizzoli (ITA)
Horário: 13h
Estádio: Mané Garrincha, em Brasília






Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo





O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.