Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
16ºC
Amanhã
15º


Faça sua Busca



Esportes > Copa 2014

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

07/07/2014 09:15 - Atualizado em 07/07/2014 09:16

Base da Alemanha nasceu campeã em 2009

Seis jogadores do grupo que está na Copa conquistaram Campeonato Europeu Sub-21

Base da Alemanha nasceu campeã em 2009<br /><b>Crédito: </b> Franck Fife / AFP / CP
Base da Alemanha nasceu campeã em 2009
Crédito: Franck Fife / AFP / CP
Base da Alemanha nasceu campeã em 2009
Crédito: Franck Fife / AFP / CP

A nova geração da Alemanha, que deu as caras na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, e parou na semifinal da Eurocopa de 2012, tenta dar ao país um título importante após 18 anos, quando o atacante Oliver Bierhoff liderou a seleção na conquista da Euro de 1996. A base da equipe que irá enfrentar o Brasil nesta terça-feira às 17h pela semifinal da Copa do Mundo já nasceu campeã. Em 2009, seis jogadores do atual grupo ergueram a taça do Campeonato Europeu Sub-21. A vitória sobre a Inglaterra acabou mudando o rumo do futebol alemão.

Neuer, Boateng, Hummels, Höwedes, Khedira e Özil são os jogadores que fizeram parte do grupo da Alemanha que conquistou o Campeonato Europeu Sub-21. Dos seis jogadores, apenas Neuer e Özil haviam recebido uma chance de Joachim Löw em um amistoso. O goleiro foi o menos vazado, com apenas um gol sofrido. O meia, hoje líder da criação germânica, foi o líder de assistências do torneio.

O sucesso dos jovens foi suficiente para Löw apostar nos garotos para o Mundial. Boateng e Khedira se juntaram a eles e apareceram na lista dos 23 na África. Hummels e Höwedes cavaram o espaço depois, mas já haviam aparecido para o mundo e mudariam o status em seus clubes.

De todos, apenas Höwedes ainda está no mesmo clube, o Schalke 04. Neuer e Boateng foram para o principal clube do país, o Bayern de Munique, enquanto Özil e Khedira chamaram a atenção do poderoso Real Madrid após a última Copa. Hummels, sem espaço no Borussia e emprestado ao Bayern, voltou e começou a virar referência no setor.

A Alemanha, que convive com o estigma de não ganhar nada faz tempo, tem um berço vencedor. A nova geração pode entrar para a história de novo.

Mais garotos 


Dos bons jovens da atualidade, outros ainda não tinham aparecido, como as joias do Bayern de Munique, Toni Kroos e Thomas Müller. Os dois jovens, ambo com 24 anos, são titulares incontestáveis do clube e da seleção de Löw.

Bookmark and Share


Fonte: Lancepress





O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.