Correio do Povo

Porto Alegre, 31 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
14ºC
Amanhã
16º 25º


Faça sua Busca



Esportes > Copa 2014

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

08/07/2014 08:19 - Atualizado em 08/07/2014 08:35

Semifinal Brasil x Alemanha divide torcedores gaúchos

Berço da colonização alemã, São Leopoldo terá desafio hoje

Semifinal Brasil x Alemanha divide torcedores gaúchos<br /><b>Crédito: </b> André Ávila
Semifinal Brasil x Alemanha divide torcedores gaúchos
Crédito: André Ávila
Semifinal Brasil x Alemanha divide torcedores gaúchos
Crédito: André Ávila

Na semana em que se iniciaram as comemorações dos 190 anos da imigração alemã em São Leopoldo, os moradores do município do Vale do Sinos passarão por um desafio nesta terça: acompanhar a partida entre Brasil e Alemanha, pela semifinal da Copa do Mundo.

Conhecida como berço da colonização alemã, onde os primeiros imigrantes chegaram em 1824, a cidade tem 70% da população com ascendência do país dos craques Bastian Schweinsteiger, Thomas Müller, e Miroslav Klose e a familiaridade com a cultura germânica divide os torcedores. “Eu falo alemão desde os 10 anos de idade. Já trabalhei como intérprete, viajei várias vezes a Munique, e em minha casa mantenho os hábitos de meus pais, mas não posso trair o Brasil”, explica a professora aposentada Luiza Kelsch.

Filha de pai alemão, mãe descendente de alemães, e apreciadora do futebol, um fator a mais ainda motiva a professora a acompanhar os jogos da Alemanha. “Meu avô por parte de pai tem o sobrenome Lahm, então eu estou sempre à espera de ver meu parente jogar”, enfatiza ela, explicando que torce pelo jogador Philipp Lahm. Luiza diz que apesar de ter excluído o sobrenome para encurtar a assinatura após o casamento, sempre tem contato com os parentes Lahm, que moram em Taquara.

Para que a população possa torcer unida, independentemente da seleção, a Prefeitura de São Leopoldo irá instalar um telão nas imediações do largo Rui Porto, um espaço ao ar livre, a fim de abrigar os torcedores. “Independentemente do resultado, vamos comemorar. Mas, esperamos que o Brasil ganhe”, diz Luiza.

Os moradores da cidade poderão festejar no melhor estilo alemão, com festas, apresentação de danças folclóricas e bandinhas, cursos de culinária alemã e desfiles temáticos, tudo dentro da programação da 23ª São Leopoldo Fest, que ocorre até o dia 25 deste mês, quando é comemorado o Dia do Colono.

Descendentes germânicos em Santa Cruz do Sul


Apesar de ser um núcleo de colonização alemã no Estado, a torcida será brasileira entre os descendentes germânicos em Santa Cruz do Sul. “Em primeiro lugar o Brasil, depois, a Alemanha”, confessa Sérgio Luiz Böhm, sócio do Centro Cultural 25 de Julho, a principal entidade de preservação da cultura alemã no município. O presidente da 30ª Oktoberfest, Léo Schwingel, concorda: a torcida será esmagadora pelo Brasil. “Um duelo com a Alemanha é muito legal, e uma final, caso fosse possível, também o seria, mas se tem que escolher um, é Brasil, com certeza”, garante.

Ontem à noite, num exemplo que pode servir de inspiração para a Seleção, integrantes do Centro realizaram uma confraternização, após a homenagem aos vice-campeões do 10º Campeonato Mundial de Eisstocksport, disputado na Áustria, em fevereiro, no qual cada equipe é formada por quatro atletas que lançam 12 discos cada um, com pontuação a cada lançamento. O time gaúcho superou favoritos, como a Itália, e o país do esporte, a Alemanha, sendo superado só pela Áustria.

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo



» Tags:Esporte Copa 2014


O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.