Correio do Povo

Porto Alegre, 22 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
28ºC
Amanhã
20º 32º


Faça sua Busca



Esportes > Copa 2014

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

09/07/2014 15:18 - Atualizado em 09/07/2014 15:38

Romário critica Felipão e CBF em rede social: "Meu sentimento é de revolta"

Deputado federal fala de 'falta de atitude' de Felipão e afirma que 'Marin e Del Nero tinham que estar na cadeia'

A goleada histórica aplicada pela Alemanha no Brasil (7 a 1) não repercurtiu apenas questões táticas do time de Felipão. Romário, craque da conquista do tetra em 1994 e deputado federal, publicou um texto fazendo diversas críticas que vão desde o técnico até a presidente Dilma Rousseff.

Logo no início, Romário relembra de sua frase dita há algum tempo: "Fora de campo, já perdemos a Copa de goleada". Antes de começar suas críticas a parte política, o ex-atacante reconhece a superioridade da Alemanha e logo depois critica o time do Brasil, além do treinador:

"Ninguém há de questionar a superioridade do futebol alemão já há alguns anos."

"A chuva de gols foi apenas reflexo do pânico, da incapacidade de reação dos nossos jogadores e da falta de atitude do treinador de mudar o time."

Romário ainda diz estar revoltado e então começa a atacar a Confederação Brasileira de Futebol e alguns personagens políticos do Brasil, entre eles, o ministro do esporte Aldo Rebelo e a presidente Dilma Rousseff.

"A Confederação Brasileira de Futebol, uma instituição corrupta gerindo um patrimônio de altíssimo valor de mercado."

"Nunca tive o apoio da presidenta do País, Dilma Rousseff, ou do ministro do Esporte, Aldo Rebelo."

Já na parte final do texto, depois de citar nomes de outros deputados e reclamar por não receber nenhum tipo de apoio, Romário fala pessoalmente do presidente e do futuro mandatário da CBF, José Maria Marin e Marco Polo Del Nero, repectivamente. Para Romário, ambos "tinham que estar era na cadeia!"

Para encerrar, o Baixinho cita que Cafu foi expulso do vestiário pela CBF, fala do superfaturamento dos estádios construídos, mas fala da felicidade do povo brasileiro:

"Mostramos para o mundo que com toda nossa dificuldade, somos um povo feliz. Essa será a taça da vergonha."

Bookmark and Share


Fonte: Lancepress





O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.