Correio do Povo

19/05/2017 10:30 - Atualizado em 19/05/2017 11:30

Notícias > Polícia

Construção de túnel teria custado R$ 1,5 milhão, diz Polícia Civil

Operação apura envolvidos na tentativa de fuga de detentos do presídio central

Polícia Civil deflagra 2ª fase da operação que frustrou fuga em massa em Porto Alegre - Crédito: Polícia Civil / Divulgação / CP
Polícia Civil deflagra 2ª fase da operação que frustrou fuga em massa em Porto Alegre
Crédito: Polícia Civil / Divulgação / CP

A Polícia Civil divulgou que a construção do túnel próximo ao Presídio Central teria custado R$ 1,5 milhão. Em parceria com o Ministério Público, a Polícia Civil apura quem teve os recursos financeiros para realização da obra. Segundo a PC, a estimativa deste valor envolveria o pagamento de pedreiro, compra de terreno, material, veículo, e entre outros itens para logística do crime.  A investigação faz parte da Operação Santo, que desarticulou o maior plano de fuga em massa de presos e a construção de um túnel próximo ao Presídio Central em Porto Alegre. Conforme a Polícia Civil, a ofensiva apura a participação de indivíduos presos como mentores e financiadores do plano. A ideia é cumprir hoje 18 ordens judiciais em oito cidades do Rio Grande do Sul. Os alvos são pessoas intimamente ligadas aos detentos.

POLÍCIA > correio@correiodopovo.com.br